SkillTech / Empresas  / INTERNACIONALIZAÇÃO VIA E-COMMERCE

INTERNACIONALIZAÇÃO VIA E-COMMERCE

N.º 08/C16-i02/2022

________________________________

Objetivo

A medida da Internacionalização via E-COMMERCE pretende conceder apoios a projetos individuais de Pequenas e Médias Empresas que, suportados em planos detalhados de E-commerce Internacional, visem a concretização de estratégias de internacionalização digital baseadas na implementação de tecnologias e processos associados às tecnologias digitais que configurem ajustamentos aos modelos de negócio internacionais, anulando barreiras geográficas e introduzindo alterações na relação entre os vários intervenientes na cadeia de valor, bem como com o cliente.

Os projetos devem integrar a presença direta nos canais online, designadamente a criação de lojas próprias e/ou adesão a marketplaces, bem como o desenvolvimento de campanhas de promoção online.

O concurso visa duas prioridades em particular:

  • A sensibilização, capacitação e consultoria a PME novas exportadoras, com o objetivo de promover a sua internacionalização por canais digitais;
  • O apoio individualizado para a promoção digital orientado à diversificação de mercados para empresas que já tenham experiência internacional consolidada através de canais digitais.

 

Beneficiários

As entidades beneficiárias deste aviso são as Pequenas e Médias Empresas de todo o território nacional.

 

Financiamento

  • Incentivo não reembolsável, calculado através da aplicação às despesas elegíveis de uma taxa de 50%;
  • Dotação global de 4,5 milhões de euros, sem prejuízo de poder vir a ser reforçada em função das candidaturas que vierem a ser selecionadas.

 

Critérios de Elegibilidade

Beneficiários:

  • Dispor de contabilidade organizada;
  • Possuir situação líquida positiva no exercício fiscal completo anterior ao ano da candidatura (não aplicável a empresas com menos de um ano de atividade).

Projetos:

  • Ter data de início dos trabalhos após a data do pedido de auxílio ou da candidatura;
  • Demonstrar viabilidade económico-financeira;
  • Cumprir o princípio do DNSH;
  • Apresentar uma matriz de risco, com avaliação detalhada dos riscos de segurança e cibersegurança, bem como as respetivas medidas de mitigação;
  • Obter uma pontuação superior a 20 pontos no Diagnóstico E-commerce;
  • O Plano E-commerce Internacional deve obedecer à estrutura e aos termos de referência definidos no Anexo I do aviso de concurso. As candidaturas que não demonstrem o alinhamento do plano de investimentos proposto com o Plano de E-commerce Internacional obtêm uma decisão Desfavorável.

 

Tipologias

  • “Novas Exportadoras” – com uma pontuação igual ou superior a 20 pontos e inferior a 75 pontos no Diagnóstico E-commerce;
  • “Mais Mercados” – com uma pontuação igual ou superior a 75 pontos no Diagnóstico E-commerce.

 

Despesa Elegível

  • Entre 10.000€ e 25.000€ para projetos enquadrados na tipologia “Novas Exportadoras”;
  • Entre 25.000€ e 85.000€ para projetos enquadrados na tipologia “Mais Mercados”.

Tipologia de Despesa Elegível

As aquisições de equipamentos e software diretamente relacionados com a implementação do projeto;

As despesas relacionadas com a aquisição de serviços a terceiros relativas a:

  • Desenho e implementação de estratégias aplicadas a canais digitais para gestão de mercados, canais, produtos ou segmentos de cliente;
  • User-Centered Design (UX): desenho, implementação e otimização de estratégias digitais centradas na experiência do cliente que maximizem a respetiva atração, interação e conversão;
  • Desenho, implementação, otimização de plataformas de Web Content Management (WCM), Campaign Management, Customer Relationship Management e E-commerce;
  • Criação de lojas próprias online, inscrição e otimização da presença em marketplaces eletrónicos, incluindo despesas de subscrição e fees de adesão durante o período de execução do projeto;
  • Search Engine Optimization (SEO) e Search Engine Advertising (SEA): melhoria da presença e ranking dos sítios de comércio eletrónico nos resultados da pesquisa, em motores de busca, por palavras-chave relevantes para a notoriedade e tráfego de cada sítio;
  • Social Media Marketing: Desenho, implementação e otimização da presença e interação com clientes via redes sociais;
  • Content Marketing: criação e distribuição de conteúdos digitais (texto curto, texto longo, imagens, animações ou vídeos) dirigidos a captar a atenção e atrair os clientes-alvo para as ofertas comercializadas pela empresa;
  • Display Advertising: colocação de anúncios à oferta da empresa em sítios de terceiros, incluindo páginas de resultados de motor de busca;
  • Mobile Marketing: tradução das estratégias inscritas nos pontos anteriores para visualização e interação de clientes em dispositivos móveis, nomeadamente smartphones e tablets;
  • Business Inteligence e Web Analytics: recolha, tratamento, análise e visualização de grandes volumes de dados gerados a partir da navegação e interação de clientes em ambiente digital por forma a identificar padrões, correlações e conhecimento relevante que robusteçam os processos de gestão e tomada de decisão;

Custos com pessoal técnico diretamente afeto à implementação do projeto, devendo ser evidenciadas as competências/valências em e-commerce e marketing digital e corresponder a um nível mínimo de qualificação VI (QNQ).

 

Duração dos projetos

Os projetos têm uma duração máxima de doze meses a contar da data de assinatura do Termo de Aceitação. A execução dos projetos deverá iniciar-se no prazo máximo de seis meses após a comunicação da decisão de concessão do apoio.

 

Indicadores de Resultados

  • Criação de loja própria online;
  • N.º de novos serviços e/ou funcionalidades introduzidas em loja própria online;
  • N.º de novas adesões a marketplaces;
  • N.º de mercados abrangidos no âmbito das ações de marketing digital.