SkillTech / COVID-19  / Medidas de Apoio às Empresas – COVID-19

Medidas de Apoio às Empresas – COVID-19

Tendo em conta o atual contexto e o eventual impacto negativo que a pandemia causada pelo COVID-19 irá causar na economia nacional, foram implementadas pelo governo português um conjunto de medidas de apoio às empresas. Continue a ler este post para saber mais sobre as novas medidas implementadas pelo governo, até à presente data.

Medidas Relacionadas com o Portugal 2020

  • Os pedidos de reembolso de incentivo apresentados pelas empresas serão liquidados no mais curto prazo possível, usando, se necessário, o adiantamento transitório até 80% do incentivo. Este processo decorrerá sem necessidade de qualquer pedido formal pelas empresas.

 

  • A elegibilidade para reembolso das despesas suportadas em iniciativas ou ações canceladas ou adiadas por razões relacionadas com o COVID-19;

 

  • Os impactos negativos decorrentes do COVID-19 serão considerados motivos de força maior não imputáveis aos beneficiários na avaliação dos objetivos contratualizados no âmbito dos sistemas de incentivos do Portugal 2020;

 

 

Medidas Fiscais

  • O pagamento referente ao IVA e IRS/IRC pode ser fracionado até 6 meses;

 

  • Dois terços do pagamento das contribuições à Segurança Social referente às declarações de remuneração podem ser pagos até ao final do terceiro trimestre de 2020;

 

  • Pagamento especial por conta passa a poder ser efetuado até 30 de junho de 2020;

 

  • A entrega da Declaração Modelo 22, relativa ao período de tributação de 2019, pode ser efetuada até 31 de julho de 2020;

 

  • As situações de infeção ou de isolamento profilático de contribuintes ou contabilistas certificados verificadas ou declaradas por autoridade de saúde são consideradas condições suficientes para a aplicação da figura do justo impedimento no cumprimento das obrigações declarativas fiscais;

 

  • Lay off simplificado: apoio extraordinário à manutenção dos contratos de trabalho em empresa em situação de crise empresarial, no valor de 2/3 da remuneração, assegurando a Segurança Social o pagamento de 70% desse valor, sendo o remanescente suportado pela entidade empregadora:
    • isenção do pagamento de contribuições à Segurança Social durante o período de ‘lay off’ por parte de entidades empregadoras.

 

  • O pagamento da Taxa Social Única (TSU) do dia 20 de Março foi adiado, não tendo as empresas de efetuar o pagamento nesta data.

 

 

Medidas de Financiamento

  • Linha Capitalizar – Covid-19 , com vista a apoiar as empresas cuja atividade se encontra afetada pelos efeitos económicos resultantes do surto. A linha de crédito, com uma dotação de 200 milhões de euros para “Fundo de Maneio” e “Plafond Tesouraria”, funciona numa lógica de aprovação por ordem de apresentação de candidaturas (firstcome firstserve). Podem candidatar-se empresas cujas vendas decresceram em pelo menos 20% nos últimos 60 dias anteriores à apresentação do pedido de financiamento, face ao período homólogo do ano anterior.
    • Linha de Crédito Capitalizar – “Covid -19 – Fundo de Maneio”, clique aqui para mais informações.
    • Linha de Crédito Capitalizar – “Covid – 19 – Plafond de Tesouraria”, clique aqui para mais informações.

 

  • Nova linha de crédito de 3 mil milhões de euros para as empresas mais penalizadas pelo novo Coronavírus, de forma a fazerem “face aos compromissos”. Destes três mil milhões, 600 milhões destinam-se ao setor da restauração e similares, sendo destes 260 milhões para as micro e pequenas empresas. Já o setor do turismo contará com 200 milhões de euros, 75 deles para as micro e pequenas empresas. Estão, ainda previstos, 900 milhões de euros para os empreendimentos turísticos, 300 deles para as micro e pequenas empresas, enquanto a indústria vê-lhe alocados 1300 milhões de euros, dos quais 400 milhões serão para as micro e pequenas empresas.
    As linhas serão disponibilizadas através do sistema bancário “nos próximos dias”, adiantou, terão um período de carência até final do ano e serão amortizadas em quatro anos.

 

Atendimento aos Empresários

De modo a apoiar as empresas no atual contexto, o IAPMEI disponibiliza um contacto de email específico para este tema: info@iapmei.pt.

Contactos Telefónicos:

Aveiro: 234 302 450
Guarda: 271 220 840
Braga: 253 206 600
Bragança: 273 300 000
Leiria: 244 817 900
Lisboa: 213 836 237
Coimbra: 239 853 940
Évora: 266 739 700
Faro: 289 895 800
Porto: 226 152 000
Viseu: 232 483 440

 

Organismos Fidedignos

 

A SkillTech gostaria ainda de informar que continua 100% ativa, tendo adotado medidas que, apesar da situação atual, viabilizam a prestação de serviços de forma ininterrupta e com a qualidade habitual. Pode consultar aqui o manual de teletrabalho desenvolvido por nós e que o pode ajudar na organização o trabalho à distância dos seus colaboradores.

 

Mais informamos que nos encontramos totalmente disponíveis para o seu contacto, que pode realizar através dos seguintes meios:

Telemóvel:

+351 964 870 648
+351 926 911 767
+351 961 101 821
+351 961 368 689

Email:

geral@skilltech.pt

Skype:

Skilltech 01

Skilltech 02

Skilltech 03

 

Contem connosco, contamos convosco.